Cuidados e pós-operatório do Sleeve Gástrico

Por vezes, uma dieta simples ou um programa de nutrição personalizado não é suficiente para atingir o objetivo final: recuperar o bem-estar e o estado de saúde. Os pacientes com um índice de massa corporal (IMC) superior a 50 requerem outro tipo de métodos e técnicas para combater a obesidade e esquecer para sempre as condições causadas pelo seu excesso de peso.

Entre todas as alternativas médicas, a cirurgia bariátrica e, mais especificamente, a sleeve gástrico é posicionada como a melhor opção para reduzir o volume e a capacidade do estômago. Uma forma eficaz e segura de tratar a obesidade de raiz usando uma gastrectomia vertical.

Cuidados diários Manga Gastrica

Ao longo dos anos esta técnica tem vindo a ganhar popularidade e fama dentro do âmbito clínico. Graças a esta técnica, até 80% do estômago atual pode ser removido e adaptado com uma nova forma tubular. Embora este tratamento seja indicado para pacientes com obesidade extrema, também pode ser realizado em pessoas que depois de se submeterem a dietas contínuas, exercícios e outras técnicas minimamente invasivas, como o Balão Gástrico, recuperam o seu peso anterior.

Esta intervenção é realizada pela laparoscopia, por isso é geralmente bastante rápida e simples se a compararmos com outras cirurgias bariátricas como o Gastric ByPass. Ainda assim, implica uma série de cuidados e requisitos após o tratamento que deve saber antes de começar com a perda de peso.

Como clínica especializada em perda de peso, reunimo-nos com a equipa de cirurgiões bariátricos para que sejam eles os que indiquem, passo a passo, o período pós-operatório da Manga Gástrica e as recomendações que o próprio doente deve seguir.

COMO É O PÓS-OPERATÓRIO DO SLEEVE GÁSTRICO

Quando se fala em cirurgia bariátrica, muitos dos nossos pacientes começam a ter dúvidas e receios sobre este tratamento. A realidade é que a manga gástrica é uma das intervenções cirúrgicas mais eficazes para combater a obesidade extrema ou mórbida, logo não tem não tem de temer nada.

A recuperação e o pós-operatória da manga gástrica começa no hospital, onde passará duas noites em observações com a equipa de cirurgiões e médicos especializados. Durante estas primeiras 24-36 horas, é habitual que o paciente sinta desconforto como náuseas, dor abdominal ou uma sensação de pressão na boca do estômago. Sintomas que desaparecerão com o passar do tempo e que pode acalmar com a medicação prescrita pelo pessoal.

Se tudo correr bem e o paciente estiver melhor, irá receber alta hospitalar e poderá começar a retomar as suas atividades cotidianas. É claro que terá de seguir uma orientação dietética específica muito semelhante à dieta após o Método POSE e modificar os seus hábitos de vida. Desde o início das práticas desportivas até a um plano de reestruturação nutricional.

Periodicamente, terá de visitar a sua clínica Dorsia para realizar um acompanhamento médico e nutricional pela equipa de nutrição. Isto é essencial para obter grandes resultados e ver a evolução do paciente mensalmente.

No final do primeiro ano, e se tudo estiver correto, será dada a alta definitiva e só terá de vir às revisões anuais de controlo.

Dieta e cuidado Manga Gastrica
Nas primeiras semanas após a cirurgia bariátrica terá de seguir uma dieta baseada em líquidos como caldos, purés e sumos.

DIETA PÓS-OPERATÓRIA 

Sendo uma cirurgia bariátrica, a área do estômago é geralmente mais sensível do que o habitual nas primeiras semanas, por isso tem que evitar o consumo de alimentos sólidos que podem danificar a sua recuperação e o processo de cura das paredes do estômago.

A equipa médica indicará ao paciente os alimentos e o tipo de dieta a seguir durante os meses seguintes:

  • Primeiras 24-48 horas: estes dois primeiros dias são fundamentais, por isso só pode ingerir soro por veia, água e algum tipo de infusão. No caso de querer beber outro tipo de líquido, terá de perguntar à equipa médica se o pode ingerir ou não.
  • Durante os próximos 21 dias: terá uma dieta líquida baseada em caldos, sumos e chás. Quando o seu estômago se habituar, será hora de passar para outro tipo de alimentos líquidos, como sopas, purés e caldos.
  • Após o primeiro mês: se tudo correr bem e não houver inconvenientes durante a recuperação do seu estômago, pode começar a incorporar alimentos sólidos progressivamente como carne, peixe, ovos, cereais ou frutas. Sempre em pequenas quantidades e sem esticar o estômago.
  • Após o segundo mês: poderá comer praticamente tudo. Graças ao programa de reeducação nutricional oferecido pela Clínicas Dorsia, aprenderá a melhorar completamente os seus hábitos alimentares.

RECOMENDAÇÕES DURANTE O PERÍODO  PÓS-OPERATÓRIO DE REDUÇÃO DO ESTÔMAGO 

Para além da dieta e dos cuidados durante as primeiras semanas, aqui deixamos-lhe outras recomendações que seriam interessantes seguir ao longo deste processo de recuperação da sua redução de estômago:

  • Não use roupa justa ou apertada durante pelo menos os primeiros 7-10 dias após a operação.
  • Tente comer devagar e de forma pausada.
  • O primeiro mês não faça desportos de alta intensidade. Comece com exercícios físicos simples e suaves.

Se está a pensar em acabar com o seu problema de obesidade, este artigo é feito especialmente para si. Solicite uma consulta gratuita de diagnóstico na sua clínica Dorsia mais próxima e comece a melhorar a sua saúde hoje.

Partilhar

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Marque a sua consulta e esclareça todas as suas dúvidas
Primeira consulta gratuita

Notícias populares

Eliminar pata galinha
Cirurgia e medicina estética

Como eliminar as pata de galinha?

Reza a lenda que as rugas pés de galinha são o reflexo das nossas experiências. Se estão orientados para cima, é que nos rimos muito,