Transplantes capilares, Técnica FUE ou FUSS?

TRANSPLANTES CAPILARES, TÉCNICA FUE OU FUSS? em Dorsia

O cabelo sempre foi considerado como uma marca identitária, influindo na nossa personalidade e autoconfiança. Quando começa a cair, coisa que nem queremos acreditar, pensamos que isso não nos ia acontecer, mas acontece, e ainda mais em Portugal. Um dos países com maior risco de alopecia no mundo.

Mas não só os homens sofrem com este transtorno. Às mulheres, embora não seja tão comum, também lhes podem passar, causando cabelos menos densos e fracos.

A alopecia ou calvície pode ser uma das maiores preocupações que temos, afetando seriamente a nossa autoestima e a confiança, tanto a nível profissional como pessoal.

Quando acontece, só temos duas alternativas: não fazer nada, ou fazer tudo o que temos ao nosso alcance. Neste post, explicar-lhe-emos de forma mais aprofundada a segunda opção.

Transplantes capilares, Técnica FUE ou FUSS? 

Imagina-se deixar de ter preocupações com o seu cabelo? Nas Clínicas Dorsia essas preocupações fazem-nos avançar a alta velocidade neste setor, desenvolvendo diferentes técnicas de implantes capilares com a aprovação dos especialistas mais experientes da área para parar de forma permanente a queda de cabelo.

Técnica de implante capilar FUE

A técnica FUE, técnica de extração individual de folículos é um dos métodos mais avançados em transplantes capilares. Este método consiste na extração de unidades foliculares de uma zona doadora, para se implantar individualmente nas zonas sem densidade capilar.

Através deste processo de extração individual consegue-se um cabelo totalmente natural e sem cicatrizes. Este método de alta precisão só pode ser realizado por cirurgiões com vasta experiência para se obter resultados espetaculares.

O principal objetivo é conseguir uma aparência natural, para isso, realiza-se um diagnóstico prévio para delimitar as áreas doadoras, onde serão extraídas as unidades foliculares e as zonas recetoras (área com alopecia ou calvície) para depois serem implantadas.

A técnica FUE é realizada com anestesia local, mediante um bisturi cilíndrico com menos de 1 mm de diâmetro. O procedimento pode demorar aproximadamente 6-8 horas, embora dependa da quantidade de unidades foliculares a transplantar.

O período pós-operatório não é complexo e as curas não são complicadas. Os médicos especialistas informar-lhe-ão de todos os passos a seguir após o tratamento capilar. Nos primeiros dias, as recomendações gerais são: tomar antibiótico se notar algumas dores, descansar, não realizar atividades desportivas e não tocar na sua cabeça.

Com a técnica FUE a recuperação é simples, desde que siga as instruções do seu médico

Técnica FUSS

A técnica FUSS, ao contrário de outras técnicas, permite transplantar grandes quantidades de folículos para as zonas sem densidade capilar. Conhecida como a técnica da “tira” consiste na extração de unidades foliculares através de uma pequena tira fina de pele, aproximadamente 1-1,5 cm.

Depois de extrair essa tira da pele com cabelo, é processada com ajuda de microscópios para preparar os folículos para a implantação. Com esta técnica, o paciente pode obter uma maior quantidade de folículos para o transplante (até 4000) para a zona com alopecia.

A cicatriz é praticamente impercetível e está indicada para pacientes que necessitem de um número elevado de unidades foliculares.

Normalmente, a fina tira de pele com cabelo é extraída da zona da nuca, área geneticamente preparada para que o cabelo nunca deixe de crescer.

A duração da intervenção da técnica FUSS varia consoante o número total de folículos a transplantar. Uma vez realizado este método, as orientações pós-operatórias devem ser elaboradas pelo médico especialista, da mesma forma que a técnica FUE.

Técnica FUE ou FUSS? em Dorsia

Qual é a melhor técnica de transplantes capilar para mim? 

Se está a pensar qual será a técnica de transplante capilar mais adequada ao seu caso, informamos que cada pessoa é um mundo e existem diferentes fatores, causas e graus da queda de cabelo.

Antes de saber se a técnica FUE ou FUSS é ideal para si, os nossos especialistas terão de fazer-lhe um diagnóstico. Depois disso, indicarão a melhor solução que se adequa às suas necessidades e desejos. É necessário realizar um exame capilar para oferecer-lhe a solução mais acertada.

Normalmente, a técnica FUE está indicada tanto para homens como para mulheres que tenham queda de cabelo, alopecia, cicatrizes de qualquer queimadura ou radioterapia.

Por outro lado, a técnica FUSS está indicada para pacientes que necessitem de mais unidades foliculares por apresentarem uma queda de cabelo mais acentuada.

Existem tratamentos de medicina estética para conter a queda de cabelo? 

A medicina estética e a dermatologia combatem na mesma guerra contra a alopecia. Nos últimos anos, as Clínicas Dorsia disponibilizaram tratamentos de medicina estética facial avançados na luta contra a calvície.

A Mesoterapia capilar é um deles. Através de substâncias essenciais para o crescimento e regeneração do cabelo, o paciente reduz a queda de cabelo e estimula o crescimento, revitalizando-o e melhorando a sua aparência.

Através de injeção de plasmas ricos em plaquetas, também denominado PRP, é um tratamento revolucionário no qual se utiliza sangue do próprio paciente para acelerar a produção de elastina, colagénio e ácido hialurónico. O processo PRP é feito através da centrifugação sanguínea.

Partilhar

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Marque a sua consulta e esclareça todas as suas dúvidas
Primeira consulta gratuita

Notícias populares

Eliminar pata galinha
Cirurgia e medicina estética

Como eliminar as pata de galinha?

Reza a lenda que as rugas pés de galinha são o reflexo das nossas experiências. Se estão orientados para cima, é que nos rimos muito,